Quando é hora de aposentar seu cavalo?

Ah… essa questão é bem delicada, envolve vários fatores.  Escutamos pessoas aqui no brasil aposentando cavalos com 12 anos (?!!) bem no auge.

O que chamamos de aposentar o cavalo, vou começar por aqui.

Significa soltá-lo no pasto e deixá-lo viver livre sem que seja montado por mais ninguém. Tem pessoas que “aposentam” e colocam os animais para reprodução, sem serem mais montados.

Agora, que temos uma definição, continuamos.

Ao meu ver, aposentar 100% um animal saudável, que passou sua vida inteira “trabalhando” é como assinar seu atestado de óbito, pois você estará tirando a motivação do animal. Explico, alguns cavalos gostam do contato com o cavaleiro, de trabalhar, sair, andar… afinal para todo ser vivo exercita-se faz bem.

Agora imagine, um cavalo que é montado 1 vez por dia no minimo, todos os dias, do nada para de ter contato com seu ginete e passa apenas a ficar solto, ele não vai entender nada e vai perdendo a vontade.

No meu ponto de vista, quando eles ficam mais velhos (acima dos 20 anos) podemos dar uma atenção sim a eles, passear, ir para pista, achar uma criança que vai amá-lo sem forçar e continuar com os estímulos.

Podemos apenas diminuir a carga. Tem alguns animais que se acostumam a ficar soltos, mas tem alguns que não conseguem e que passarão o resto da vida vivendo em uma baia. Imagine que velhice mais vazia…

Sobre isso tenho uma boa história:

Tive uma aluna com deficiência auditiva, estava procurando um cavalo para lhe dar aulas, nisso vi um largado no piquete, já com alguma idade, perguntei então ao pessoal se podia usá-lo e me disseram que já estava velho, mesmo assim trabalhei com ele para fazer o “conjunto” que ficou perfeito e o melhor dava para ver a felicidade de ambos naquela hora que durava a aula.

Depois disso ele passou a ser mais usado não só por ela, mas na equoterapia, com crianças e essas sempre faziam questão de dar um banho. Passou a receber atenção.

Há também o fato que a partir de uma certa idade temos que diminuir a intensidade e potência das provas, mas isso também não significa parar totalmente. É importante lembrar que animais não são maquinas que você simplesmente encosta em um canto e esquece.

Salvo motivos de lesões, não há real necessidade de parar um cavalo totalmente. Claro que temos aqueles animais que amam ficar soltos em bando, ai é só respeitar a vontade e deixar ser feliz.

AryBotasThaty VidalWorkshop equestreSpur