Cavalos para adoção

 

Muitas pessoas, assim como eu, não têm muita noção que há vários cavalos para serem adotados em vários estados do Brasil. Para adotar basta ter uma área com pasto, espaço, água fresca e sombra! Ah… e claro ser alguém responsável! (O local onde o cavalo ficará tem que estar em uma zona rural).

 

Recentemente firmei uma parceria muito boa aqui em Camboriú/SC com o Centro de Doma e Hotelaria Xucro e Bagual. Como temos um pensamento bem parecido resolvemos tentar ajudar alguns animais que precisavam, com isso resolvemos adotar dois cavalinhos.

Mas como se faz isso? Onde achamos cavalos para adotar? Quais documentos necessários? E varias outras questões foram aparecendo… então começamos a procurar na internet… Achamos cavalos aposentados da cavalaria e também cavalos resgatados que estavam em um centro de acolhimento, estes viviam em zona de risco, geralmente maltratados ou usados em carroças.

Ps;

– Cavalos aposentados da cavalaria – são os animais que serviram para o governo, estão bem de saúde, em ótimo estado, apenas cumpriram com seu dever e agora esta na hora de descansar, são animais mais velhos.

– Cavalos do centro de acolhimento – são animais retirados de seus donos, cavalos que sofreram maus tratos, mutilações ou que viviam em locais inadequados. Estes necessitam de cuidados e atenção, pois vêm bastante debilitados. Em contra partida, muitas vezes são animais mais jovens, que se bem cuidados ficam animais lindos e saudáveis.

Achando estas duas opções, vimos que quem precisava mais de ajuda eram os do centro de acolhimento e lá fomos nós nos informarmos como proceder.

Primeiro precisa fazer um cadastro com o órgão responsável por eles, após este cadastro ocorre uma vistoria no local onde os cavalos ficaram e se aprovado seguem os tramites.

Sendo aprovado, fomos verificar e selecionar os animais que gostaríamos. Com isso escolhemos um “gordo” e um “magro”, mandamos as fotos e aguardamos a aprovação para irmos retirá-los.  Se fosse por nós pegaríamos todos para ajudá-los, mas com poucos recursos,  dois foram o que conseguimos sustentar no momento.

A principio, nossos escolhidos pareciam bem, pareciam, quando chegaram em casa fomos ver que não era bem assim, o nosso gordinho, demos o nome de Ventania, estava com a cabeça do membro toda dilacerada, cheia de bichos. Já o magrinho, demos o nome de Pirata, pois ele não tem um olho, este estava com uma grande infecção devido a uma castração errada, vários cortes fundos nas pernas e o buraco do olho infeccionado.

Nada que nos faça desistir deles, mas demanda cuidados. Esperamos que dentro de um mês estaremos com eles zerados com os problemas e que o Pirata comece a engordar  para que eles finalmente venham a ter uma boa vida.

Quanto à adoção, se você sempre quis ter um cavalo, tem uma boa área e não tem muitas pretensões de ter um cavalo “competitivo” acho super valido, estamos há pouco tempo com nossos dois, mas já da para ver a gratidão em seus olhares, a melhora na disposição e a felicidade de ter carinho e espaço para brincar, tudo isso no final é o que vale!!! 

Spur
Thaty Vidal