Quem disse que cavalo bom tem que ficar embaiado?

Há tempos eu me questiono sobre este assunto! Afinal os cavalos nasceram para serem livres e viver em bandos, porque os separamos e prendemos?

Ensaie varias e varias vezes com o meu cavalo, deixando ele solto o dia inteiro e prendendo durante a noite, mas é durante a noite que as vezes os animais passam mal, então porque não deixar 100% do tempo solto? E também tinha mais uma coisa, o Bis só se machucava quando estava na baia, ou seja, quase todas as noites!  Então este ano tomei a decisão de tirar de vez meu cavalo da baia.

As mudanças foram enormes, primeira delas é que ele parou de se machucar, não está mais irritado, parou de brigar com as pessoas, os pés não incham mais. Claro que tenho receio em dias de chuvas e frio, mas para isso a Spur me ajudou com uma capa de inverno impermeável, assim não há problemas de tempo que estrague o “pikete” dele.

Aos poucos comecei a pesquisar um pouco, se era só o meu cavalo ou se haviam outros, percebi que fora do Brasil tem cavalos olímpicos que vivem soltos! Eles só ficam em baias durante as competições, mas quando estão em casa, vivem em piketes com suas capas.

Lógico que por serem cavalos de ponta tem que se ter um cuidado extra, não é simplesmente soltar. É necessário a prestar atenção se o animal começar a perder peso, afinal ele vai se movimentar bem mais, se ele vai se adaptar com as mudanças climáticas. Às vezes cavalos que passam uma vida inteira dentro de uma baia tendem a ter muita dificuldade em ficar 24h soltos. Mas nada que não se acostumem!!!

 

Hoje estou com 3 cavalos, sendo que dois deles vivem 24h fora da baia, o único que deixamos embaiado na parte da noite é o garanhão, para evitar algum acidente durante a noite. Mas não me arrependo da minha decisão, me arrependo sim de não ter feito isso antes, de ter deixado meu cavalo 10 anos em uma baia.

Bom, mas isso vai de cada proprietário e aqui só estou passando a minha opinião e minhas experiências. Cada animal é único e responde de maneiras diferentes a mudanças. O mais importante é que qualquer mudança, antes de ser feita, é aconselhável consultar a opinião da sua equipe de veterinários, que são as pessoas que mais conhecem e entendem seus animais.

SpurThaty VidalAryBotasWorkshop equestre