O que um cavalo pensa quando você está montando?

 

Neste sábado, em um treino comum, chegamos a esta pergunta após sairmos da pista e escutarmos a versão dos fatos de quem olhava de fora!

 

Meu pai e seu Lusitano Vergano tem sérios problemas (por parte do meu pai, claro) com curvas. Eis que neste sábado pedimos para que eles fizessem um duplo logo depois de uma curva apertada. 

 

 

Primeira tentavita – meu pai parou o Vergano na frente o obstáculo.

Segunda tentativa – o Vergano carregou meu pai no primeiro elemento e saiu no segundo.

Demais tentativas – Vergano nem quis olhar para o duplo passando bem longe!!!

Durante estas muitas tentativas, estavamos eu e o Nei, um de cada lado do primeiro elemento do duplo tentando ajudar para que eles conseguissem fazê-lo. 

 

Após tudo o Nei pegou o Vergano passou o duplo, devolveu para o meu pai e claro eles passaram o duplo sem muitos problemas… ahahaha…

 

Quando saimos da pista fomos ouvir a versão dos fatos de quem estava de fora.  

Eles estavam descrevendo o que acharam que se passava na cabeça do Vergano durante todo o ocorrido. Então lá vai o suposto pensamento do Vergano:

Primeira tentativa – Opa… vou saltar… calma ai solta a minha boca… solta… Tá bom vai, eu paro!!!  
 
Segunda tentativa – Tá então eu vou saltar? Estão gritando comigo para que eu faça isso… me solta… me solta… vem comigo e para de me puxar… ah… tá… O primeiro foi, mas agora num vou mais!!!  

 

Terceira tentativa – você realmente quer que eu salte? Porque você galopa e quando chega no obstáculo me puxa? Ah… Não desta vez não vou fazer força tô fora!!!  

 

Quarta tentativa – De novo? Esses caras ficam gritando com você, você grita comigo e me segura… Tô fora bando de loucos!!!  

Quinta tentiva – Sério que você ainda não desistiu? Eles continuam gritando e você continua com medo e puxando na minha boca… num vô saltar não!!!  

Sexta tentativa com o Nei – Boa… agora me dei mal… Melhor fazer certo senão…  

Sétima tentativa com meu pai de novo – Fica quietinho ai… vem comigo… vou ter que te carregar… pronto é assim que se faz… agora me tira da pista, me dá um agrado e me dá um banho… uf… 

 

Quantas vezes não pensamos no que se passa pela cabeça dos nossos animais quando fazemos besteiras? Bom fica ai a historinha do final de semana… Até a próxima!!! 

SpurAryBotasThaty VidalWorkshop equestre