Enterite

Enterite!!! Que susto…

Na terça-feira, dia 31 de janeiro, eu recebi uma das piores ligações que algum dono de cavalo pode receber “seu cavalo está passando mal!”

Acordei, liguei para minha melhor amiga, que também é veterinária e acupunturista dos meus cavalos, para me acompanhar. Esperei ela chegar em casa e junto com meu pai fomos para hípica.

Chegando lá, o Bis já havia sido medicado, parecia que tinha melhorado… Só parecia. Passou um tempinho e ele ainda incomodado, não tinha jeito, era hora de chamar o veterinário. Durante o tempo que o vet estava a caminho a Carol foi aliviando o desconforto com a acupuntura.

Quando o vet chegou tivemos que tirar tudo do estomago do Bis e lá veio a primeira suspeita de enterite… esperamos mais 3 horas torcendo para que não fosse, mas depois que baixou a sonda às suspeitas se confirmaram, não tinha mais nada a ser feito a não ser internar!!!

Restaram-nos três opções, a USP, Universidade Anhembi Morumbi e a Hípica Santo Amaro. Ligamos para a USP e nos informaram que eles não poderiam recebê-lo, ligamos para a Anhembi e nos informaram que eles tinham horário limite para receber cavalos e já estava muito tarde para nós… restou-nos apenas a Santo Amaro!!! Que sorte, acho que foi a melhor opção…

Chamamos o caminhão e logo corremos para lá, primeiro foi o Caio (vet) e a Carol… depois eu e meu pai e por último o Bis, com o caminhão… aí começou uma longa jornada (pelo menos para mim) …

A equipe dos veterinários estava completa esperando por ele, todos examinaram e lá foi o diagnóstico… Depois de um dia todo correndo atrás de tudo não aguentei ouvir… Só de pensar na possibilidade de perder meu companheiro, entrei em desespero… Ele teria que ficar apenas no soro, tomando medicação e lavando o estomago de 3 em 3h até conseguir reagir!!!

Lanchinho das madrugadas!!!

” Enterite é uma disfunção do trato gastrintestinal. Esta manifestação clínica ocasiona alterações metabólicas, como rápida desidratação, significativo desequilíbrio acidobásico e hidroeletrolítico, podendo causar à morte em um curto espaço de tempo (Koterba, 1990).”

Durante a primeira madrugada ficamos, eu, a Carol e o Caio… Um acordando o outro e acordando o Bis… Durante o dia os vets se revezavam… Ainda no primeiro dia eu e meu pai tivemos que fazer “uma pequena viajem” para conseguir pegar plasma para o Bis…

Na segunda madrugada ficamos apenas eu, a Carol e o Chantili… aí já estávamos preparadas, com comida… computador e tudo mais… O sono nem nos incomodou!!!

Nosso companheiro Chantili…

Todos os dias a Carol fazia uma seção de acupuntura no Bis para que ele relaxasse… na tarde do segundo dia, acabou indo minha família toda ver o Bis… até minha filinha, que ficou dentro da baia fazendo carinho nele!!!

Na terceira noite, começaram a vir às boas notícias… até que às 22h30min veio a melhor… Que ele tinha revertido o quadro e agora era só se recuperar!!!

Com uns 50 kg a menos, vários machucados, algumas micoses de pele e dois retângulos raspados no pescoço… O Bis finalmente passava bem… E estava em processo de recuperação!!!
Foto que o vet nos mandou de madrugada assim que ele melhorou!!!

No sábado, dia 4 de fevereiro… estava 100% aliviada que meu bebe está bem… Ele pastou bastante pela manhã… E finalmente na quinta feira dia 9 de fevereiro ele voltou para casa!!!

Quero agradecer muito a equipe de vets… O Thiago, Bruno, Caio e John… E principalmente a Carol que não deixaram o Bis sozinho nem por um minuto!!!

Também quero agradecer ao Nei pela preocupação, ao José Roberto Reynoso Fernandes Filho por me ajudar a estabular o Bis durante a sua recuperação e a todos os meus amigos que me apoiaram…

E agora… é recuperar!!!

AryBotasWorkshop equestreThaty VidalSpur