Escolinha

Passei 3 anos na escolinha do Clube Hípico Santo Amaro.

Comecei com 15 anos, quando meu pai me colocou para ver se eu parava com a minha fixação por cavalos.

Logo na minha segunda aula já sai do redondel e fui para a pista intermediaria, na época eu montava o Fidalgo, era um cavalo grande, preto, molenga… Hahaha… 

Acho que depois de 1 mês já fui para minha primeira prova, de varinha no chão. Me lembro que não me explicaram nada, apenas “entra lá e segue o percurso ao galope!!!”, Bom… foi isso que fiz, mas passei na frente da foto célula antes de começar a minha pista e o tempo começou a rolar bem antes!!! 
Hahaha… Mas como se dizem… A primeira é dos patos.
 
Fiquei uns 5 meses com o mesmo instrutor até que eu avancei mais um pouco. Eu estava toda feliz e ansiosa, a aula foi horrível, o outro instrutor só ficava no celular e não dava atenção aos alunos. Fiz o maior escândalo e meu antigo instrutor resolveu me dar aulas em um horário especial no meu novo nível.
 
 
Mais 6 meses se passaram e eu avancei, estava na terceira pista da escolinha. Comecei a montar uma égua tordilha chamada Nevada. Com ela começamos a fazer provinhas de 60cm. Me lembro que minha primeira prova nesta categoria foi na Hipica Paulista, tinha acabado de chover e a pista naquela época era horrível, estava todo mundo caindo. Fui a anti-penúltima a entrar e ao final da minha prova tocou a musica de que eu estava ganhando. Minha alegria durou pouco, a ultima concorrente tirou meu tempo, mas fiquei super feliz com o segundo lugar!!!
 
Passei o ano todo nesta categoria, eu ia em todas as etapas do ranking, até que no final do ano fiquei entre os Top 10 de São Paulo. Teve festa de premiação e tudo mais!!!
 
No ano seguinte evolui mais um pouco e comecei nas provas de 80cm, nesta época eu já tinha virado a pessoa que pegava os cavalos problemáticos, hahaha… Foi ai que aprendi a cair (de tanto que eu cai).
 
Depois de 6 meses comecei a fazer provas de 90cm em paralelo…
 
Ao final do ano fiquei entre os Top 10 de São Paulo de novo!!!
 
 
Na ultima prova do ano fui fazer 90cm com o Cherubs (ele era meu queridinho, porém era um animal totalmente perturbado, hora zerava a pista, hora me eliminava ou me derrubava). E nesta prova ele aprontou, meu pai se irritou e foi tirar satisfações com meu instrutor, que por sua vez foi totalmente estúpido.
 
A partir daí meu pai resolveu me dar um cavalo e começamos a procura, mas ai já é outra historia que tem início com o Biscoito (clique aqui)…
 
 
O que eu levei mesmo da época da escolinha foram as amizades. Lá conheci minhas duas melhores amigas a Lu e a Carol, que mesmo quando saímos da escolinha não deixamos de nos ver e montar juntas e mesmo quando algumas param de montar a amizade continua!!!
 
Com elas também vieram as outras meninas da hípica que eu adoro e não vivo sem!! Mesmo que nem todas montem, ainda assim dividimos nossa paixão pelos cavalos e nos encontramos varias vezes por ano.
 
 
Outro dia postarei sobre os cavalos da escolinha, só estou tentando lembrar alguns nomes!!!
 
 
 
 

 

Thaty VidalSpurWorkshop equestreAryBotas