Biscoito, meu primeiro cavalo

O Biscoito (Bis) veio da fazenda do Dr. Gil Rosseti. Conta a lenda que ele foi meio que um acidente, pois seu pai “pulou a cerca” e encontrou sua mãe, história contada pelos peões da fazenda (lenda), uns tempos depois eu fui até lá para comprar uma irmã dele, mas essa será outra história.

Workshop equestre

Anglo-Árabe nascido em 25/10/2000  Neto de Lyphard (PSA)

Filho de IBN Lyphard (PSA),

com égua puro sangue inglesa (PSI) identifica com o número 608 na fazendo do criador

História

Quando potro ainda na fazenda, recebeu o nome de Dourado e tinha o hábito de derrubar os peões, passado o tempo e vendo que não servia muito para a fazenda mandaram para a escolinha da Hípica Paulista.

Mudança de nome para Biscoito casou com um filme da época, Sea Biscuit, acho que é em razão de serem cavalos controvertidos.

Tudo teve início quando um frequentador da Hípica comentou com o meu pai que havia um cavalo meio “louco” que casava bem com o estilo da sua filha montar e com um ótimo preço.

Conheci ele no começo de 2005, quando tinha só 4 anos. Na época, estava na escolinha e havia muita dificuldade dos alunos para montá-lo. Ele só tinha ferraduras nas mãos, pois ninguém conseguia pegar seus pés. A impressão que tive é que estavam tentando “se livrar” dele, afinal era um cavalo rebelde que não tinha muita utilidade para uma escolinha!!!

Clique aqui e veja um vídeo…

Minha história com ele…

Quando vi aquele animal só pele e osso, fiquei meio assim, mas como eu não tinha muitos recursos…. Fui experimentá-lo.

Foi aí que me surpreendei, aquele animal tinha coração, vontade! Nos demos bem logo de começo, ele me aceitou e eu me senti bem!!!

Fomos então ver se ele saltava, afinal, eu estava procurando um animal que pudesse me levar a provas acima de 1 m.

Pelo que eu conhecia de cavalos ele era fantástico!

Tudo o que eu queria, era exatamente este o meu cavalo!!! Me apaixonei e sabia que ele seria o meu companheiro. Acabou que compramos ele e assim começamos uma longa jornada para que ele pudesse ser “um cavalo”!

Quando chagamos a nova casa, as pessoas olhavam e falavam “o que você pretende com este cavalo?” “ele não vai pular mais de 1 m desiste!”, aí se eu desse ouvido…

Em fim… Achamos um excelente treinador, Marcos Donizete, e começamos o trabalho!!!

Mas, primeiro tinha que ferrar os pés, para isso ele foi sedado no limite em que conseguisse ficar em pé.

Quando foram colocar a ferradura ele virou um coice que jogou o ferreiro na parede, depois de muito tentar, ele estava com as 4 patas ferradas.

Agora era só começar o trabalho, aí percebemos que ele era um cavalo extremamente quente, então todo o dia, era necessário que ele ficasse um tempo na guia para que depois eu conseguisse montar e ir para a pista.

Começamos a sair para as provas de 1 m e acho que ele gostou da ideia. Fomos primeiro em rankings internos do Clube de Campo e da Santo Amaro… Pulou muitas provas na areia e quando descobriu a grama… Ai ai ai… Ele foi tomando gosto!!!!

Com isso resolvemos ir para o Campeonato Brasileiro de Amador no final do ano, só para saber como ele reagiria, afinal era o primeiro campeonato grande que ele iria participar!!!

Resultado; 1 falta no primeiro dia; primeiro lugar no segundo dia; terceiro dia perfeito; 13º, lugar no geral!!!

Resultados de 2005

. Campeonato interno do Clube de Campo de São Paulo (Categoria Amador Iniciante (1,00m)) – 1º Lugar

. Campeonato interno do Clube de Campo de São Paulo (Categoria Amador Iniciante (1,00m)) – 1º  Lugar

. Copa Santo Amaro (Categoria Amador Iniciante (1,00m)) – 2º  Lugar

. Campeonato Paulista de Amador (Categoria Amador Iniciante (1,00m)) – 13ºlugar

Assim terminamos 2005….

E que venha 2006….

Começamos o ano em 1 metro… De novo fomos em várias provinhas internas e alguns campeonatos grandes, o objetivo era preparar um cavalo para o futuro, os resultados viriam naturalmente…

Logo no começo, no torneio de verão, já fui tomando umas “carregadas” só para entender que não é tão fácil assim. E a chuva que nunca falta neste campeonato!!!

Continuei indo, até que no meio do ano teve o Campeonato Paulista de Amazonas e o haras onde eu estava tinha uma equipe para 1,10m só que estava faltando 1 conjunto… Depois de tanto “atazanar” meu treinador, ele topou que eu poderia ir. Fiquei tão feliz de subir de categoria (e no final a minha equipe inteira desistiu e eu fui sozinha!!)… E lá fui eu para o meu primeiro campeonato em 1,10m.

Por ter sido tão em cima da hora, até que fui bem, então resolvemos continuar nesta altura.

Até aí a “fama” do Biscoito já estava rolando, afinal era um cavalo desacreditado, como ele não tinha registro eu mesma não me importava com sua linhagem, mas hoje respeito muito, pois com o avô Lyphard (PSA), é um ótimo reprodutor Árabe, dá para entender  porque ele tem tanto coração. Nas provas já tinham pessoas que iam para vê-lo. Com isso eu tinha mais fotinhos…

Resultados de 2006

. Temporada Oficial de Encerramento da FPH (Categoria Amador Especial (1,10)) – 5º Lugar

. Campeonato Interno do Clube de Campo (Categoria Amador Especial (1,05 Derby)) – 2º Lugar

. Campeonato interno do Clube de Campo de São Paulo (Categoria Amador Iniciante (1,00m)) – 1º Lugar

. CSN – Derby da Cidade de São Paulo (Categoria Amador Iniciante (1,00m)) – 7º Lugar

Aí veio 2007…

Este foi o nosso ano… Mantivemos em 1,10m e fomos em todas as provas que tinha, traçamos uma estratégia e fomos até o final com ela…

Treinávamos todos os dias, sem importar com o horário, tempo…

Pegamos sério… Até que em um dos treinos errei feio a distância, o Bis me salvou, mas eu quebrei o nariz batendo na cabeça dele… Hahahaha…

Nosso foco era ficar entre os 5 no campeonato Brasileiro.

Primeira prova grande do ano foi o Derby da Cidade de São Paulo.

Lembro-me que no segundo dia chovendo tanto que a pista estava alagada, aí eu e o Bis no padoque, depois de um salto fomos fazer uma cura fechada e ele resolveu dar um coice, nesta hora fomos os dois para o chão dentro de uma poça enorme, ficamos totalmente ensopados. Saltamos a prova com um lado normal e outro totalmente marrom!!!

Veio o Paulista de Amador… Lembro que fizemos algumas besteiras e por sorte nos demos bem! No final conseguimos ficar em 4º  lugar no geral.

Pegamos medalhas todos os dias, mas até hoje não tenho o meu troféu que a federação ficou de me mandar!!! Ai ai ai, como eu queria aquele troféu!

Depois disso fomos nos preparar para o brasileiro. Com o meu resultado no paulista e a minha colocação no ranking fiquei super ansiosa para fazer parte da equipe paulista. Quando saiu a lista dos “convocados” meu nome não estava lá.

Eu e o Bis tínhamos ficado de fora das duas equipes paulistas, coisas da política do hipismo brasileiro. Depois disso  eu quis chegar entre os 5 primeiros só para mostrar a nossa qualidade e que teríamos feito diferença na equipe!

Chegou o brasileiro, primeiro dia uma pista, lá vou eu e o Bis e zeramos. Segundo dia 2 percursos, o primeiro zero, o segundo foi  reduzido e ficamos com um ponto por 15 milésimos de excesso (15 milésimos qualquer errinho na fotocélula tirava isso, mas deixa, não me conformo até hoje!).

Terceiro dia uma pista e zero de novo.

Terminamos o campeonato com apenas 1 pontinho perdido!!!

Ps: neste campeonato a crina do Bis fez um sucesso… Hahahaha…

Resultado, ficamos em 4o lugar de novo!!! Mas valeu a pena, pois fomos um dos conjuntos paulistas mais bem classificados.

Pensando bem, conseguimos nossos dois objetivos, ficar entre os 5 primeiros e mostrar que faríamos a diferença se estivéssemos na uma equipe!!!!

Depois desse bom resultado resolvemos “testar” para ver como o Bis iria se sair em uma prova de 1,20m… E como sempre ele deu show, zeramos a pista (ele pulou o rio pela primeira vez) e fomos para o desempate!!! Eu bem nervosa, errei a distância do número 1 e fui para o chão, como só tinham ido 3 conjuntos para o desempate, ficamos em terceiro… Hahahahaha…

No finalzinho do ano resolvemos ir para o Indoor… Só para relaxar!!!

Primeiro dia, pista perfeita, no último obstáculo (um duplo) o pezinho relou a vara e ela caiu!!! Segundo dia… Entrei querendo ganhar, prova ao cronômetro, entrei a mil, no penúltimo obstáculo sai do meio da rua, o Bis tropeçou e eu sai rolando!!! Na hora fiquei louca, mas agora me divirto em assistir, veja o vídeo aqui…

Terceiro dia teve uma prova em dupla, um conjunto de 1 m com um de 1,10m. Fui com a minha melhor amiga, foi uma das provas mais divertidas que já pulei!!! veja o vídeo aqui…

Resultados de 2007

. VIII Etapa do Ranking da Sociedade Hípica Paulista (Categoria Amador Especial (1,10m)) – 4º  Lugar

. Campeonato Brasileiro de Amador  (Categoria Amador Especial (1,10m)) – 4º  Lugar

. IX Etapa do Ranking Interno do Haras Jahú (Categoria Amador Especial (1,10m)) – 1º  Lugar

. VI Etapa do Ranking do Clube de Campo de São Paulo (Categoria Amador Especial (1,10m)) – 2º  Lugar

. Campeonato Paulista de Amador (Categoria Especial (1,10m)) – 4º Lugar

. IV Etapa (1a Parte) da Copa Santo Amaro – 31/08/2007 (Categoria Amador Especial (1,10)) – 5º  Lugar

. IV Etapa do Ranking do Clube de Campo de São Paulo (Categoria Amador Iniciante (1,00m)) – 2º  Lugar

. VIII Etapa do Ranking Interno e Convidados do Centro Hípico Haras Jahú (Categoria Amador Especial (1,10m)) – 3º  Lugar

. I Jump and Diner Centro Hípico Haras Jahú (Categoria Amador Iniciante (1,00m)) – 1º  Lugar

. 32º  CSN – Derby da Cidade de São Paulo (Categoria Amador Especial (1,10)) – 3º  Lugar

. I Etapa do Ranking do Clube de Campo de São Paulo (Categoria Amador Especial (1,10)) – 2º  Lugar

. VII Etapa do Ranking Interno e Convidados do Centro Hípico Haras Jahú (Categoria Ominia (profissionais) (1,10)) – 5º  Lugar

2008…

Depois de um ótimo ano, resolvemos subir para 1,20m. Começamos com uma provinha no Buona Fortuna onde ele foi ótimo…

Já pensei que meu ano seria igual ao ano passado…

Ai… como eu estava errada. Fui para o Torneio de Verão e apanhei muito, subir para 1,20m foi muito difícil, exigia muito mais do que eu esperava. As provas tinham um nível de dificuldade que eu não estava imaginando!!!

Chegou o Derby, e não sei porque o Bis ama este campeonato.

Aí fomos para outros campeonatos, mas sempre com alguns probleminhas! Estava nítido que estávamos com dificuldade para nos adequar a nossa nova categoria.

Até que chegou o campeonato paulista de amador. Pela primeira vez eu iria fazer parte de uma equipe!!!

Primeiro dia o Bis estava bem quente, mas zerou a pista.

Segundo dia, rodei ele antes e entramos, neste dia tinha o rio e não é que ele quando vê o rio para… E lá vou eu para o chão… Nessa hora eu só pensava em não cair dentro do rio para não manchar meu culote!!

Aí veio o segundo percurso, o calor de Ribeirão já estava acabando comigo e o Bis mega quente.

Passamos o rio direitinho e ele puxando muito, até que no último obstáculo eu não aguentava mais segura-lo e de novo ele me arremessou longe, voei por cima de um oxer e cai de costas no chão, perdi o ar por alguns segundos, mas levantei!!!

Participamos de mais alguns campeonatos para ver se conseguíamos ajustar as coisas…

E no finalzinho do ano teve uma prova valendo uma moto no Haras Jahú. A chamada da prova era 1,20m então me inscrevi. Quando cheguei lá estava 1,30/1,35m, já comecei a me apavora, afinal o ano não estava dos melhores. Deviam ter uns 60 concorrentes e na sua grande maioria profissionais e cavalos de GP.

Morrendo de medo entrei na prova e para minha surpresa zerei!!!

Fomos 11 para o desempate… Aí o Bis se empolgo, bateu o pé na mão e se machucou, abandonamos a prova e sai mega orgulhosa dele!

Resultado de 2008

. Ranking Interno do Haras Jahú (Categoria Ominia (1,20m)) – 5º  Lugar

. Campeonato Paulista de Amador (Categoria Amador (1,20m)) – 2º  Lugar por equipe

. I Prova Interna do Haras Buona Fortuna (Categoria Amador (1,20m)) – 1º  Lugar

. Derby da Cidade de São Paulo (Categoria Amador (1,20m)) – 3º  Lugar

. I Etapa do Ranking da Sociedade Hípica Paulista (Categoria Amador (1,20m)) – 2º  Lugar

. I Etapa do Torneio de Verão (Categoria Amador (1,20m)) – 6º  Lugar

2009

Neste ano fomos em apenas duas competições, primeiro em uma prova interna do Buona Fortuna e depois no Campeonato Paulista de Amazonas. Minha segunda vez com uma equipe. Lembro que o primeiro dia estava muito difícil e que só 3 pessoas zeraram e o Bis foi um deles!!!

Mas o que realmente marcou este ano foi que depois de 4 anos o Bis finalmente cedeu!! Fiquei tão feliz, afinal ele sempre teve sérios problemas nas costas, precisou fazer várias seções de massagem, sela sob medida…

E ele ceder foi tudo, finalmente eu iria conseguir ajudá-lo a muscular as costas e os problemas dele sumiram!!!

Bom, na metade de 2009 me casei e decidi ter um filho, montei o Biscoito até o meu sexto mês de gravidez, nessa época não adiantava nem pedir trote, que ele não dava, estava cuidando de mim, e olha que ele é bem quente.

Em 2010 ele ganhou o ano de descanso, só pasto, acho até que foi o momento certo, pois vinha de alguns anos competindo e era hora de dar uma pausa para a sua musculatura.

Resultados de 2009

. Campeonato Paulista de Amazonas (Categoria Amazonas (1,20m)) – 2º  Lugar por equipes

. Ranking Interno do Haras Buona Fortuna (Categoria Amador (1,20m)) – 3º  Lugar

2010

Engravidei da minha filha e tive que ficar fora por uns meses!

Voltei a treinar e me preparar para p próximo ano!

2011

Mudamos de Hípica e conhecemos nossa treinadora Silvia Boer. Como estávamos parados a quase 1 ano demoramos um pouco para entrar no eixo, afinal os dois tinham perdido musculatura e forma física.

Mas no final do ano voltamos a pular provas e fomos muito bem.

Resultados de 2011

V Etapa da Copa Santo Amaro(categoria Amador(1,00m)) 2º Lugar.

XIV Etapa da Copa Santo Amaro (Categoria Amador (1,10m)) 3º lugar.

2012

Começamos o ano fazendo a primeira clínica do Biscoito, com o cavaleiro olímpico José Roberto Reynoso Filho. Nesta o Bis surpreendeu, apenas passeou, estava em plena forma, foi espetacular.

Logo após a clínica tivemos um grande susto, quase perdi meu grande amigo, ele pegou enterite (leia mais aqui) ficou internado por uma semana, perdeu mais de 50kg, mas graças a deus ele se safou desta e voltou para casa!

Após isso tivemos novamente que mudar de hípica, pois a que estávamos anteriormente havia sido vendida. Fomos então para a regional ABC, onde o único problema é que as provas não passam de 1,10m.

Também perdemos temporariamente nossa treinadora, que não pode nos acompanhar até lá. Então ficamos apenas eu e meu pai!

Fizemos algumas competições regionais, mas em altura inferior. Devido a questões financeiras não conseguimos ir aos campeonatos grandes, mesmo estão altamente capacitados.

Resultados de 2012

T.O Oficial Manege N&D (Categoria Ominia (1,10m)) 2º Lugar

T.O Oficial Centro Hipico CAPI (Categoria Ominia (1,10m)) 4º Lugar

I Etapa Copa Manege Alphavile (Categoria Amador (1,20m)) 5º Lugar

2013

Neste ano tivemos que mudar de hípica novamente, a hípica em que estávamos fechou e acabamos indo parar em Suzano. Lá era muito longe e não dava para ir para as provas.

Em outubro resolvi que queria evoluir e decidi trabalhar para um grande cavaleiro Cesar Almeida, fiquei 6 meses trabalhando apenas para ele em sua hípica e infelizmente tive que deixar o Bis um pouco de lado, afinal em tinha 8 cavalos para montar por dia!

2014

Após 6 meses trabalhando para o Cesinha e presa apenas na hípica resolvi que era hora de voltar a focar no meu cavalo. Mudei de novo de hípica, voltei a ficar perto da minha treinadora e colocar as coisas nos eixos.

Voltamos a treinar forte, o Bis está melhor que nunca, nossos treinos são excelentes. As vezes fazemos pistas com obstáculos a 1,40m.

Voltamos finalmente a competir e não sentimos necessidade nenhuma e ficar em alguma altura menor, voltamos logo em 1,20m.

Estamos ótimos e em busca de patrocínio para que possamos competir nas provas oficiais este ano, estamos prontos e como vontade de evoluir e ganhar!

Resultados parciais de 2014

II Etapa do Ranking Interno do Clube de Campo São Paulo (Categoria Amador (1,20m))4º Lugar

2015

O ano começou realmente complicado, Biscoito se machucando toda semana e machucados realmente sérios, comecei a ficar sem ação tentando achar respostas para o que estava acontecendo! Não conseguia treinar mais, apenas tratar dos mais distintos machucados.

Aí mudamos de hípica, tiramos ele da baia e deixamos apenas no piquete, parece magica, mas ele parou de se machucar. Aos poucos todos os machucados anteriores foram melhorando e ele ficou zero de novo!

Voltamos a treinar e algo realmente inesperado aconteceu, o Bis que jamais saltou mais do que as varas, mas começou a passar o paraflanco!

Este ano também comecei a montar com mais cumplicidade nele e vez e outra tiramos a cabeçada e o bridão.

Quanto a provas fomos apenas em uma, estou sem tempo devido à grande quantidade de alunos, mas logo mais apareceremos novamente.

O certo é que continuamos firmes e fortes, treinando sempre para quando aparecerem  novas oportunidades de provas, certeza que estaremos por lá!

 

Bom o tempo vem passando, mudei de cidade e estado em razão de uma oportunidade de emprego como instrutora e equitação, então reduzimos as competições, engravidei novamente, então o Bis está de férias, mas esse ano voltaremos.

 

“Em tempo, hoje eu acho que quando montei pela primeira vez ele me escolheu, afinal muitos já tinham montado, mas ele foi perfeito comigo.” Thaty Vidal

Thaty em seu primeiro campeonato oficial com o Bis
Thaty Vidal atleta e instrutora equestre
Thaty competindo no Buona Fortuna
Thaty no campeonato brasileiro de amador
Thaty competindo na Hipica Paulistsa
Biscoito, anglo-árabe
Biscoito, anglo-árabe
Biscoito, anglo-árabe
Biscoito, anglo-árabe
Biscoito, anglo-árabe
Biscoito, anglo-árabe
Biscoito, anglo-árabe
Workshop equestre
Spur
Thaty Vidal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.